Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

CÉU DE AMOR




No céu de Amor...Eu vi teu céu


Entre a folhagem do arvoredo, senti a frescura da manhã

desviei o ramo de acácia, senti o orvalho na minha face

ouvindo o correr do riacho, caminhei calmamente... livre

quando a ave levantou voou, levantei o olhar, pintei o céu.


Nos passos de meus passos, oiço o teu coração palpitante

debruço-me sobre o fio de água, onde os peixes são felizes

na palma da minha mão, bebi o céu, na água do amor doce

senti o teu perfume, na fragrância de mil flores, vi teu céu.


Nos teus pés, sobre a relva, resvalei meu dedos de ternura

o meu olhar, verde, encontrou no teu olhar belo, a esperança

bebemos da mesma água doce, na concha das nossas mãos

nos lábios vacilantes encontrámos a ternura, beijando o céu


Entre a folhagem do arvoredo, senti a sublimidade do amor

a melodia das palavras, encontram eco, as aves voam felizes

gestos suaves, intensos, excelência do desejo, fazendo amor

corpos de ternura, somos um só na elevação, beijando o céu.


Gestos suaves, intensos, excelência do desejo, fazendo amor

No céu de amor...Eu vi teu céu!








tags:
publicado por Pjsoueu às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

OLHAR DE AMOR

(((Fotos de Pj no Alentejo)))


Segunda feira, um excelente dia para reflectir no que há de mais valioso em todo o universo. Vejam, meus amigos o que eu li, e, como senti um um arrepio de tristeza com a imediata resposta do amor feliz.

Olhar de Amor


Foi um choque para aquela jovem mãe quando recebeu o diagnóstico de câncer.

Sucederam-se os tratamentos e, naquele dia, depois de receber alta" do hospital, quando ela voltou para casa, sentiu-se muito triste. Ela estava consciente da sua aparência. Estava sem cabelos, por causa da radioterapia.

Sentia-se desencorajada. O seu marido continuaria a amá-la? E seu filho? Ele tinha apenas seis anos.

Quando chegou em casa, sentou-se na cozinha, pensando na melhor maneira de explicar ao seu filho porque estava tão feia.

Ele apareceu na porta e ficou olhando-a, curioso. Quando ela iniciou o discurso que ensaiara para ajudá-lo a entender o que via, o menino aproximou-se e aconchegou-se no seu colo, quietinho, a cabeça recostada no seu peito.

Ela acariciou a cabecinha do filho e disse: "filhote, vais ver como daqui a pouco o meu cabelo vai crescer e eu vou ficar melhor, como era antes".

O menino levantou-se, olhou para ela, pensativo. Depois, com a espontaneidade da sua idade, respondeu: " o teu cabelo está diferente, mãe. Mas o teu coração está igualzinho."

A mãe não precisava de mais nada, para esperançosamente melhorar. Com os olhos cheios de lágrimas ela sentiu um alívio no coração com a plena certeza que já estava muito melhor.

O essencial é invisível aos olhos, dizia o pequeno príncipe, no livro de Antoine de Saint Exupéry. Quem ama vê além da aparência física e é isto que ama: a essência do amor puro envolvente verdadeiro descendo directamente do´Divino.
tags:
publicado por Pjsoueu às 08:23
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

OLHAR TRISTE NAS RUAS DA NOSSA CIDADE



Esta manhã li algo parecido com a história que vos escrevo a seguir, e pensei em tantos exemplos de pessoas que andam vivendo momentos tão difíceis em Portugal.


"Nunca subestime o poder das suas acções. Com um pequeno gesto pode mudar a vida de uma pessoa. Para melhor ou para pior."
(Autor Desconhecido)



O Homem Triste

Passas-te por mim com simpatia, mas quando viste os meus olhos parados perguntas-te em silêncio, porque vagueio pelas ruas.

Talvez por isso apressas-te o passo, e ainda que eu quisesse chamar-te, a palavra desfaleceu na boca.

É possível que penses que eu desisti do trabalho, que sou preguiçoso, “malandro”, no entanto ainda hoje bati de porta em porta , mas em vão; apesar de ser altamente qualificado na minha área de trabalho.

Muitos disseram que ultrapassei a idade para ganhar o pão, como se a idade do corpo fosse condenação à inutilidade.

Outros, desconhecendo o facto de ter penhorado a minha melhor roupa para aliviar a minha esposa com um esgotamento nervoso, escorraçaram-me apressados, pensando que eu fosse mais um vagabundo sem profissão.

Não sei se notas-te quando um polícia me arrancou da frente da montra, a gritar palavras duras, como se eu fosse um vulgar ladrão. Contudo, acredita, nem me passou pela mente a ideia de furto.

Apenas admirava os bolos expostos, antecipando a minha chegada a casa, quando os meus filhos me abraçarem com fome.

Talvez tenhas observado as pessoas que me “gozavam”, olhando para mim como se fosse um bêbado, porque eu tremia, apoiado no poste.

Afastaram-se todos, com manifesto desprezo, mas não tive coragem de explicar-lhe que não comia há três dias.

Mas, TU que me olhaste sem medo, rogo, ((engolindo o meu velho orgulho)), apoio e cooperação. Agradeço a dádiva que me ofereces. Olhas para mim... sinto esse amor desinteressado. Vejo em ti, não aqueles políticos e religiosos, hipócritas, mas aquele cristão verdadeiro segundo o amor de Cristo.

Que se dispõem a dar-me do seu tempo com uma atenção, de tal forma transparente e verdadeira, fazendo-me sentir de novo “gente.

Obrigado por me restituíres a esperança, para que eu possa honrar com alegria o dom de viver.
Para isso, basta que se aproximes de mim sem asco, para que eu saiba apesar de todo meu infortúnio que ainda sou teu irmão.


Esta é a mensagem dos homens e mulheres, como tantos que caminham pelas ruas, com um semblante triste - Se não os pudermos ajudar, pelo menos não os menosprezemos, tornando ainda mais pesado o seu fardo.

No meio destes dias de crise, vamos olhar nos olhos aqueles que precisam de uma mão amiga.

tags:
publicado por Pjsoueu às 10:57
link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Ao meu olhar

((((****foto de pjsoueu - Mãe e filho -****))))


Ser mãe...


Hoje acordei e pensei no melhor que Deus fez...


Entre vários pensamentos e razões elegi o - “Ser Mãe” -, coisa que não posso ser - Sou Pai; mas admiro a mulher predestinada a tal missão tão digna, sublime e linda.


Ser mãe é andar chorando num sorriso! Ser mãe é ter um mundo e não ter nada! Ser mãe é padecer num paraíso.”

Coelho Neto.


Pode secar-se, num coração de mulher, a seiva de todos os amores, nunca se extinguirá o do amor materno.”

Júlio Dantas.


“Esposa e mãe! Que suaves nomes! Que fonte inesgotável de venturas! Que inefável tesouro de alegrias! Tão castas e tão puras!”

B. Guimarães


Amor de mãe quem tiver deve guardá-lo no peito; que não há amor de mulher que seja tão perfeito”.

Júlio Dantas.

tags:
publicado por Pjsoueu às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

Dança da Alegria


((fotos de Pjsoueu - aniversariante - o nosso filhote. :)

(((Video do Pj/Natanael- restaurante egípcio)))

No dia 30 de Agosto, (ainda em férias) festejámos o 17 aniversário do nosso filhote.

A dançarina exótica, brindou-nos com uma actuação soberba e bem disposta, através da sua arte.:)

Hoje dedico a dança da alegria a todos os amigos que nos "abençoam" com a sua presença e alegria de viver, envoltas na amizade que muito apreciamos:)
publicado por Pjsoueu às 08:32
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008

De volta -

((dança bem...a " magana" da bailarina...lol)))))
(Fotos de Pj -, no restaurante egípcio, a olhar, muito atento... o desempenho da menina - na dança do ventre..lol")...


Exmos amigos, amigas e afins...lol", as férias de verão já se foram...."To de "bolta" :) ...mas sem vontade nenhuma pró trabalhinho...é que isto dá munta" cansera"....xiiiii ...Beijos e abraçosss ;):)

Nota: ( não de encomenda..lol") Depois escrevo alguma coisa com jeito..rss.. agora "num tenho inspiração, nim tempo, nim nada....lol"... ai ai uma sesta... tão bem que sabia.-( agora ando com os "sonos trocados"..)))).....lol"""
tags:
publicado por Pjsoueu às 14:14
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. CÉU DE AMOR

. OLHAR DE AMOR

. OLHAR TRISTE NAS RUAS DA ...

. Ao meu olhar

. Dança da Alegria

. De volta -

. Memórias do Alentejo(foto...

. - COMPROMISSO, PORQUE TE ...

. »»»O Trigo e o Joio«««

. Memórias, sabores e cheir...

.arquivos

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds