Quinta-feira, 13 de Março de 2008

Política substantivo feminino

 

                                                                                                      

Política, é um substantivo feminino.


Política é a arte ou ciência de governar.

Política no sentido figurado também pode ser, modo de se haver em qualquer assunto, particular, para se obter o que se deseja; estratégia, táctica, astúcia; esperteza; maquiavelismo;...


Se a política é "feminina" porque há tanta indelicadeza no desempenho dessa arte?

Os "Homens" ( femininos e masculinos) da, na política, perderam o sentido estético da sensibilidade.


Não há mais cavalheirismo nos "gestos" educados de agir com verdade e sentimento.

Os duelos com armas de "luva branca" não são mais evidentes, porque já  não  há luvas brancas. As luvas, agora, são de várias côres: rosa, laranja, vermelhas, multicor e algumas bem negras.


As flores no romantismo, são usadas para "fazer" feliz a pessoa alvo do nosso afecto.  As flores da política, rosas, cravos e outras verduras já não servem nem para ceifar. As foices já foram, os martelos  batem sempre igual, no ferro frio. As setas indicando caminhos, estão sem norte; precisando urgentemente do GPS da capacidade de renovação de caminhos alternativos. A "esperteza da política, como crentes" fervorosos, usam o milagre das "Rosas"; ....

    " Que trazeis  no vosso regaço?

    "São rosas meus senhores, são rosas.....

    " Rosas?... mas vejo incompreensão, desemprego, desalento,desconfiança...

    "Ilusão, senhores,  não vêdes? são mesmo rosas".....

     " São...hum...são o quê?


Maquiavelismo, doutrina segundo a qual ao príncipe ou ao Estado é lícito recorrer a todos os meios (incluindo o assassínio) para alcançar os seus fins;


Na minha "inocente pureza de espírito" sempre pensei que isto não seria possível num país democrático, europeu, civilizado e é bom lembrar, uma nação de "brandos costumes".


Maquiavelismo é um substantivo "masculino"; já sei, sim, sim, afinal há que ser másculo, mesmo que para isso seja necessário "sacríficar" os inocentes; melhor dizendo o povo.


Ao escrever estas linhas fiz uma pausa, pousei a pena, quer dizer, os dedos sobre a secretária, em granito azul lavrador, olhei o céu azul, límpido, pincelado com nuvens brancas de paz e esperança e pensei:

     "Os homens e mulheres do nosso tempo teimam em semear o egoísmo. Os séculos passaram mas o coração dos ser humano não se alterou. No ano 0 dC  o Império Romano dominava os povos, conforme está escrito no livro dos cristãos,(S.Mateus 5:4-7) Cristo perante os políticos da época disse o seguinte:

    

    " Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;

    " Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;

     "Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;

    " Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;


Se os políticos não conseguem semear esperança , vamos olhar o céu, nunca perdendo o objectivo nem a Fé inteligente , de individualmente, ou em famílias seguir o caminho propício ao desenvolvimento da nossa terra.




    

publicado por Pjsoueu às 11:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. CÉU DE AMOR

. OLHAR DE AMOR

. OLHAR TRISTE NAS RUAS DA ...

. Ao meu olhar

. Dança da Alegria

. De volta -

. Memórias do Alentejo(foto...

. - COMPROMISSO, PORQUE TE ...

. »»»O Trigo e o Joio«««

. Memórias, sabores e cheir...

.arquivos

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds