Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

CÉU DE AMOR




No céu de Amor...Eu vi teu céu


Entre a folhagem do arvoredo, senti a frescura da manhã

desviei o ramo de acácia, senti o orvalho na minha face

ouvindo o correr do riacho, caminhei calmamente... livre

quando a ave levantou voou, levantei o olhar, pintei o céu.


Nos passos de meus passos, oiço o teu coração palpitante

debruço-me sobre o fio de água, onde os peixes são felizes

na palma da minha mão, bebi o céu, na água do amor doce

senti o teu perfume, na fragrância de mil flores, vi teu céu.


Nos teus pés, sobre a relva, resvalei meu dedos de ternura

o meu olhar, verde, encontrou no teu olhar belo, a esperança

bebemos da mesma água doce, na concha das nossas mãos

nos lábios vacilantes encontrámos a ternura, beijando o céu


Entre a folhagem do arvoredo, senti a sublimidade do amor

a melodia das palavras, encontram eco, as aves voam felizes

gestos suaves, intensos, excelência do desejo, fazendo amor

corpos de ternura, somos um só na elevação, beijando o céu.


Gestos suaves, intensos, excelência do desejo, fazendo amor

No céu de amor...Eu vi teu céu!








tags:
publicado por Pjsoueu às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

OLHAR DE AMOR

(((Fotos de Pj no Alentejo)))


Segunda feira, um excelente dia para reflectir no que há de mais valioso em todo o universo. Vejam, meus amigos o que eu li, e, como senti um um arrepio de tristeza com a imediata resposta do amor feliz.

Olhar de Amor


Foi um choque para aquela jovem mãe quando recebeu o diagnóstico de câncer.

Sucederam-se os tratamentos e, naquele dia, depois de receber alta" do hospital, quando ela voltou para casa, sentiu-se muito triste. Ela estava consciente da sua aparência. Estava sem cabelos, por causa da radioterapia.

Sentia-se desencorajada. O seu marido continuaria a amá-la? E seu filho? Ele tinha apenas seis anos.

Quando chegou em casa, sentou-se na cozinha, pensando na melhor maneira de explicar ao seu filho porque estava tão feia.

Ele apareceu na porta e ficou olhando-a, curioso. Quando ela iniciou o discurso que ensaiara para ajudá-lo a entender o que via, o menino aproximou-se e aconchegou-se no seu colo, quietinho, a cabeça recostada no seu peito.

Ela acariciou a cabecinha do filho e disse: "filhote, vais ver como daqui a pouco o meu cabelo vai crescer e eu vou ficar melhor, como era antes".

O menino levantou-se, olhou para ela, pensativo. Depois, com a espontaneidade da sua idade, respondeu: " o teu cabelo está diferente, mãe. Mas o teu coração está igualzinho."

A mãe não precisava de mais nada, para esperançosamente melhorar. Com os olhos cheios de lágrimas ela sentiu um alívio no coração com a plena certeza que já estava muito melhor.

O essencial é invisível aos olhos, dizia o pequeno príncipe, no livro de Antoine de Saint Exupéry. Quem ama vê além da aparência física e é isto que ama: a essência do amor puro envolvente verdadeiro descendo directamente do´Divino.
tags:
publicado por Pjsoueu às 08:23
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

OLHAR TRISTE NAS RUAS DA NOSSA CIDADE



Esta manhã li algo parecido com a história que vos escrevo a seguir, e pensei em tantos exemplos de pessoas que andam vivendo momentos tão difíceis em Portugal.


"Nunca subestime o poder das suas acções. Com um pequeno gesto pode mudar a vida de uma pessoa. Para melhor ou para pior."
(Autor Desconhecido)



O Homem Triste

Passas-te por mim com simpatia, mas quando viste os meus olhos parados perguntas-te em silêncio, porque vagueio pelas ruas.

Talvez por isso apressas-te o passo, e ainda que eu quisesse chamar-te, a palavra desfaleceu na boca.

É possível que penses que eu desisti do trabalho, que sou preguiçoso, “malandro”, no entanto ainda hoje bati de porta em porta , mas em vão; apesar de ser altamente qualificado na minha área de trabalho.

Muitos disseram que ultrapassei a idade para ganhar o pão, como se a idade do corpo fosse condenação à inutilidade.

Outros, desconhecendo o facto de ter penhorado a minha melhor roupa para aliviar a minha esposa com um esgotamento nervoso, escorraçaram-me apressados, pensando que eu fosse mais um vagabundo sem profissão.

Não sei se notas-te quando um polícia me arrancou da frente da montra, a gritar palavras duras, como se eu fosse um vulgar ladrão. Contudo, acredita, nem me passou pela mente a ideia de furto.

Apenas admirava os bolos expostos, antecipando a minha chegada a casa, quando os meus filhos me abraçarem com fome.

Talvez tenhas observado as pessoas que me “gozavam”, olhando para mim como se fosse um bêbado, porque eu tremia, apoiado no poste.

Afastaram-se todos, com manifesto desprezo, mas não tive coragem de explicar-lhe que não comia há três dias.

Mas, TU que me olhaste sem medo, rogo, ((engolindo o meu velho orgulho)), apoio e cooperação. Agradeço a dádiva que me ofereces. Olhas para mim... sinto esse amor desinteressado. Vejo em ti, não aqueles políticos e religiosos, hipócritas, mas aquele cristão verdadeiro segundo o amor de Cristo.

Que se dispõem a dar-me do seu tempo com uma atenção, de tal forma transparente e verdadeira, fazendo-me sentir de novo “gente.

Obrigado por me restituíres a esperança, para que eu possa honrar com alegria o dom de viver.
Para isso, basta que se aproximes de mim sem asco, para que eu saiba apesar de todo meu infortúnio que ainda sou teu irmão.


Esta é a mensagem dos homens e mulheres, como tantos que caminham pelas ruas, com um semblante triste - Se não os pudermos ajudar, pelo menos não os menosprezemos, tornando ainda mais pesado o seu fardo.

No meio destes dias de crise, vamos olhar nos olhos aqueles que precisam de uma mão amiga.

tags:
publicado por Pjsoueu às 10:57
link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Ao meu olhar

((((****foto de pjsoueu - Mãe e filho -****))))


Ser mãe...


Hoje acordei e pensei no melhor que Deus fez...


Entre vários pensamentos e razões elegi o - “Ser Mãe” -, coisa que não posso ser - Sou Pai; mas admiro a mulher predestinada a tal missão tão digna, sublime e linda.


Ser mãe é andar chorando num sorriso! Ser mãe é ter um mundo e não ter nada! Ser mãe é padecer num paraíso.”

Coelho Neto.


Pode secar-se, num coração de mulher, a seiva de todos os amores, nunca se extinguirá o do amor materno.”

Júlio Dantas.


“Esposa e mãe! Que suaves nomes! Que fonte inesgotável de venturas! Que inefável tesouro de alegrias! Tão castas e tão puras!”

B. Guimarães


Amor de mãe quem tiver deve guardá-lo no peito; que não há amor de mulher que seja tão perfeito”.

Júlio Dantas.

tags:
publicado por Pjsoueu às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

Dança da Alegria


((fotos de Pjsoueu - aniversariante - o nosso filhote. :)

(((Video do Pj/Natanael- restaurante egípcio)))

No dia 30 de Agosto, (ainda em férias) festejámos o 17 aniversário do nosso filhote.

A dançarina exótica, brindou-nos com uma actuação soberba e bem disposta, através da sua arte.:)

Hoje dedico a dança da alegria a todos os amigos que nos "abençoam" com a sua presença e alegria de viver, envoltas na amizade que muito apreciamos:)
publicado por Pjsoueu às 08:32
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008

De volta -

((dança bem...a " magana" da bailarina...lol)))))
(Fotos de Pj -, no restaurante egípcio, a olhar, muito atento... o desempenho da menina - na dança do ventre..lol")...


Exmos amigos, amigas e afins...lol", as férias de verão já se foram...."To de "bolta" :) ...mas sem vontade nenhuma pró trabalhinho...é que isto dá munta" cansera"....xiiiii ...Beijos e abraçosss ;):)

Nota: ( não de encomenda..lol") Depois escrevo alguma coisa com jeito..rss.. agora "num tenho inspiração, nim tempo, nim nada....lol"... ai ai uma sesta... tão bem que sabia.-( agora ando com os "sonos trocados"..)))).....lol"""
tags:
publicado por Pjsoueu às 14:14
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Memórias do Alentejo(foto de Pjsoueu)

Memórias do Alentejo – Minha Infância



Quem pode desfrutar da compensação de olhar o horizonte

no cume do monte, sem ter um objectivo prático, senão o poeta?


Ele sabe, “que é único no seu sonho, naquele lugar sem igual

arquitectado por Deus, no atelier da nobreza de carácter

entre pinheiros, na fronteira do Chaparral, salpicando a planície

no horizonte saudoso da memória.


**** **** **** **** **** **** **** ****************


Avez – vous quelquefois, calme et silencieux,

Monté sur la montagne en présence des cieux? “


... de mãos dadas com a memória, eu sou:


Senhor de mil ninhos de esperança.


Olho o voo cadenciado do pintassilgo;

perdido entre sorrisos na gargalhada

andorinha de vestido, preto e branco

faz no beiral vermelho, a sua morada.

~~~~

Pé ante pé, quase em silêncio, escuto,

filhotes de perdiz na moita em frente

sinfonia, alegria; no cimo do salgueiro

sou senhor de mil ninhos, doravante.

~~~~

A fisga...que “pinta” de arma, no bolso

orgulho de quem sabe viver no campo

sou caçador, entre quimeras vivo solto

qual criança, como águia estou voando.

~~~~

Ser criança, é ser livre, feliz no ensejo

ontem, hoje, amanhã; que sonho terno

vou ver-vos, meus amigos D`além Tejo

aqui o mar dança, no céu assim tão belo.

~~~~

Senhor de mil ninhos de esperança.:)

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»


»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

»»»»»»»»»»»»»»»»»










tags:
publicado por Pjsoueu às 16:39
link do post | comentar | ver comentários (52) | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

- COMPROMISSO, PORQUE TE TEMO ASSIM? -(foto de Natanael- Londres)

Duas margens ligadas por um - COMPROMISSO - A ponte - No rio da Vida.
*»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»««««««««««««««««««««««««««*

É cuidadoso com o seu casamento como é com o seu carro novo?

((COMPROMISSO, PORQUE TE TEMO TANTO?))


Não tenha medo de se COMPROMETER livremente naquilo que acredita, verdadeiramente. Porquê esse pavor?- Os homens e mulheres de carácter justo e forte, não existem mais? - Existem. mas estão a deixar-se levar pelo politicamente correcto, na onda do facilitismo; em quase todos os sectores da sociedade actual.



Qual a razão porque o Compromisso tem deixado de ter importância na sociedade actual?


O político não honra o compromisso. O empresário nega a sua validade. O Marido já não quer o compromisso na sua condição de comprometido com o casamento. A Esposa perdeu o interesse, deixando de acreditar na veracidade do “Amor Eterno”. Porque, agora, só é “eterno” enquanto dura.


O conhecido escritor e conferencista, Dr. Howard Hendricks, numa das suas aulas contou o desabafo” de um homem que veio ter com ele para se aconselhar; dizia ele:


  • A minha vida conjugal deixou de ser motivo de alegria; é um fardo. A minha esposa é insuportável, nada está bem para ela.

  • Mas, meu amigo – respondeu o Dr. Henricks – Como foi o senhor, casar com uma mulher assim?

  • Antes ela não era assim..

  • Ah..pois... já percebi! O senhor transformou-a nisso ...


HOJE, FAÇO QUESTÃO DE UTILIZAR VEEMENTE ESTE TERMO FORTE

- COOOOOMMMPROOOMIIISSOOOO - To cansado de gente que se dobra; que diz que ama; mas, os seus frutos, são de gente "Irresponsável" esquecendo o compromisso demonstrativo, do amor, com actos indignos desse sentimento.


Há um medo de compromissos. O compromisso responsável, leva-nos a ser melhores indivíduos, em todas as vertentes do ser humano.


O Compromisso cúmplice, entre duas pessoas que se amam, permite que sejam melhores companheirosmelhores amantesmelhores espososmelhores pais/mães – melhores irmãos – melhores filhos e melhores amigos.


O amor é muito mais que um simples sentimento emotivo. É uma convicção assumida, vivida, e comprovada, por cada acto de amor vivido.

O meu compromisso é fazer a minha esposa mais feliz. O compromisso de amor não é imposto por ninguém, vem do coração. Essa cumplicidade - comprometida -, é a chave para ultrapassar, os múltiplos problemas que surgem numa vida a dois.


A nova "doutrina" do "Curtir" ou "usar ",mas só até, que aconteça alguma dificuldade; ou, enquanto não surgir alguém novo, no meio da relação"; é, além de tudo, um triste sintoma de falta de maturidade na sociedade actual.


Para crescer na direcção do um amor maduro, cúmplice, mais sábio, sadio e glorioso, é imprescindível caminhar de mãos dadas, sem medo do diálogo, nem de abordar os assuntos desagradáveis.


Quando sou cumpridor do meu compromisso, fico realizado,, melhor pai de família e, sem sombra de dúvida, muito mais amado, por quem foi "alvo” do meu esforço, prazeiroso e feliz.


**AMAR É UM COMPROMISSO CÚMPLICE, LIVRE; - NA PROCURA DA FELICIDADE A DOIS.**



tags:
publicado por Pjsoueu às 16:35
link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

»»»O Trigo e o Joio«««

**********foto de PJsoueu (e a mão tb..."lol"- Alentejo*****************


A Parábola do Trigo e do Joio

((exemplo de vida ou história no sentido figurado, para melhor compreensão da mensagem pronunciada))(S.Mateus 13.24-30)(Da Bíblia)


""Jesus propôs-lhes uma parábola dizendo:

O Reino dos Céus é semelhante ao homem que semeia boa semente no seu campo.

Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, semeou o joio no meio do trigo e retirou-se.

Quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.

Os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeas-te tu, no teu campo, boa semente? Porque tem, então, joio?

Ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. Os servos lhe disseram: Queres, pois, que vamos arrancá-lo?

Porém ele lhes disse: Não; não arranqueis o Joio, para que, ao colher o joio não arranqueis o trigo com ele.

Deixai crescer ambos, juntos, até à ceifa... ... ... ... ... ...""

**** **** **** **** ****************************

Ontem, pela segunda vez, assisti ao filme: “O Reino dos Céus”.

Considero-a uma longa metragem soberba, na forma grandiosa como retrata o bem e o mal, não sendo preconceituosa com as “partes”. O lado Cristão, é analisado ao mesmo nível da face Muçulmana.- Prevaleceu a justiça, colocando em primeiro lugar a honra, a verdade e as pessoas; e não a vaidade ou o fanatismo ideológico/religioso.


Na parábola apresentada no texto bíblico, o próprio Jesus Cristo demonstra ,através da parábola, a TOLERÂNCIA; não para com os actos indignos pintados com a malvadez; mas, com as pessoas que teimam em viverem vidas prejudiciais , para si e para com aqueles que os rodeiam - Tolerar pacientemente, com a esperança que alterem o percurso de vida, no sentido positivo e justo da mesma. - TRIGO O BEM – JOIO O MAL -.

“O Trigo e o Joio” existem nos vários campos da nossa vida. Não importa a religião, ou o sentido ideológico que nos norteia. O “ MAL” sempre existiu e vai caminhando ao lado do “BEM”

A nós, cabe-nos a responsabilidade de escolher o caminho certo; em cada situação da nossa vida.

tags:
publicado por Pjsoueu às 20:02
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Memórias, sabores e cheiros

***************fotos de Pj - Alentejo**************
*********fotos de Pjsoueu - Alentejo*******
Memórias - com sabores e cheiros


O meu Alentejo está a transpirar, pelo esforço despendido durante o dia, debaixo das asas do Sol avassalador, nesta terra abençoada.

Levanto o olhar na planície, cujo horizonte distante, me faz sonhar na viagem do tempo.

Vejo o ondular dourado das searas, dançando no ritmo lento, qual mar alto em dias de bonança.


Oiço a voz da minha mãe, a chamar-me, enquanto eu, no meu gargalhar de criança, brincava às escondidas, debaixo de uma parreira, com a minha melhor amiga.


Na minha memória, revejo as brincadeiras da apanhada – do jogo da “slitra”- da inteira ou do pião.

Sinto o cheiro do pão," acabadinho" de fazer no forno comunitário da aldeia; enquanto nós, crianças, disputávamos entre risadas, o jogo da “cabra cega”.


Escuto, através das ondas intemporais, a voz dos meus pais, a “fazerem” a açorda de peixe, com poejos, nas margens do rio Degebe; enquanto eu, a minha irmã e o “”faz no ninho”<, - o mais novo; agitàva-mos as águas para molharmos o que já estava molhado: "lol" - estávamos dentro de água -.;).:):)


Hoje, sempre que possível ainda comemos as “abençoadas ervas do campo” tal como faziam os nossos avós, desde tempos remotos, nesta terra abençoada.


Aquilo que hoje apreciamos como petiscos raros - alguns à beira do desaparecimento -, já mataram a fome a muita gente, no passado recente.


Refiro-me ás ervas do campo: - às frutas silvestres, aos cogumelos, aos poejos, beldroebegas, acelgas, agriões da ribeira, espargos, amoras das silvas, medronhos, figos da Índia, silarcas. - deliciosos aromas que temperam as nossas açordas e migas, os licores e aguardentes.


Hoje
é dia de vos convidar a visitar o nosso Alentejo: Vem, saborear demoradamente, os sabores inolvidáveis da natureza – Aqui, o tempo tem tempo, para, calmamente, desfrutar da liberdade de ser mais feliz, entre um abraço e um sorriso, num horizonte sem fim:):).

tags:
publicado por Pjsoueu às 18:48
link do post | comentar | ver comentários (34) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. CÉU DE AMOR

. OLHAR DE AMOR

. OLHAR TRISTE NAS RUAS DA ...

. Ao meu olhar

. Dança da Alegria

. De volta -

. Memórias do Alentejo(foto...

. - COMPROMISSO, PORQUE TE ...

. »»»O Trigo e o Joio«««

. Memórias, sabores e cheir...

.arquivos

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds